Visualizações de páginas no último mês

Amazon MP3 Clips

segunda-feira, 26 de abril de 2010

NÃO DEVIA IMPORTAR-ME TANTO????....


Não devia “importar-me” tanto.

Vamos lá falar a sério um bocadinho??
Há paciência desse lado??
Ora cá vai:
_Hoje, lá arranjei coragem e fui à minha médica de família depois de acabar as aulas.
Sabia que ia “apanhá-la” nas urgências e que me arriscava a apanhar um raspanete por aparecer sem consulta marcada…Mas “marcar” para ir lá daqui a 2 meses, de facto… não valia a pena.
Andar há 3 anos a arrastar um “esgotamento” não é para qualquer um e a semana passada senti-me a chegar ao limite.
Simplesmente tinha ataques de pânico ao entrar na sala de convívio de alunos, o meu local de trabalho era o último sítio onde me apetecia estar e na verdade só me apetecia era fechar-me em casa e dormir 3 meses, qual Princesa Adormecida.
Depois de duas noites carregadas de pesadelos, (apesar da camada de ansiolíticos ao jantar), cheguei a um ponto em que o meu corpo, ou o meu cérebro esgotado, me obrigou a parar.
Não tive iniciativa para procurar um amigo/a ou sequer para ir à Igreja. Só queria ter sossego e não ver nem ouvir ninguém.
Não há pessoas insubstituíveis, eu sei, mas estou consciente que não me posso dar ao luxo de ter um “esgotamento”: tenho 2 filhas adolescentes, uma turma que vai fazer provas de aferição de Matemática e um pai solitário.
Lá arranjei forças para ir ter com os meus amigos de faculdade no sábado, para rir, para beber uns copitos…e para ir trabalhar na 2ª feira.
Fez-me bem aquele sábado no campo.
Fizeram-me bem estes dias primaveris.
Hoje lá fui, tremeliques por todos os lados, intolerante aos barulhos, com tonturas, respirei fundo e …sobrevivi.
Depois de ter exposto a situação à médica, saí de lá com umas vitaminas e um novo antidepressivo para alternar com o actual.
Ao jantar li o folheto do “recaptador de serotonina”, (paroxetina que vou alternar com a reboxetina).
Depois de ler a bula do medicamento…Fiquei com a sensação que os meus sintomas tanto podem dever-se ao estado de ansiedade que arrasto há anos, como ao oceano de serotonina em que devem estar a boiar os meus neurónios!...
Maldita indústria farmacêutica!! Não morremos do mal… matam-nos da cura.
Enfim, vamos ver.
O facto é que há pessoas que descobrem os benefícios da meditação; como eu não consigo “esvaziar o pensamento”, rezo para adormecer, Deus me perdoe mas ultimamente só consigo adormecer a rezar…
Será uma chamada de atenção?
Não sei. Sei que funciona. E sei que com a força Dele, hei-de superar estes momentos….Como diz o meu “amigo” Emídio, depois de me perdoar a mim mesma. Depois de aceitar as minhas fraquezas e fragilidades…
Mas isso é outra conversa.
Mais uma vez, contra os conselhos dos meus amigos, vi o “maldito” telejornal.
E mais uma vez me indignei: então a TV do Irão considera a RTP imoral??LOL))
Então aqueles tipos que tratam as mulheres abaixo de cão, que praticam poligamia, têm a distinta lata de nos considerar… imorais??
Apesar da minha área não ser a História,_(de todo)_, sei que não fomos exemplares nas Cruzadas. Sei até, que o lendário Ricardo Coração de Leão, foi um sanguinário do pior e que o celibato do Clero foi “imposto” por um Papa, de modo a que os bens da Igreja não se desperdiçassem nas famílias do referido Clero mas se mantivesse na Igreja…
Sim, não me repugna nada que os padres possam casar e constituir família!! Sim, não me repugna nada ver uma Mulher a celebrar uma Missa!
Católica me confesso, mas feminista e moderna me assumo.
Que eu saiba, e me contrarie quem entender, nunca Jesus Cristo disse que um sacerdote tinha que se manter celibatário…
É verdade que Ele disse que “quem não abandonasse pai e mãe para o seguir, não tinha verdadeiro Amor” ou algo parecido. Mas creio, na minha modesta interpretação que se estaria a referir ao desprendimento pelos bens terrenos que os seus verdadeiros seguidores devem ter….Assim como todos nós….
De qualquer modo…Não imagino Jesus Cristo a voltar à Terra e a instalar-se no Vaticano.
Imagino-o mais num bairro de lata ou num cenário de Guerra confortando os doentes, os feridos, os órfãos, os desvalidos deste Mundo por quem Ele Tudo fez!...
Mas voltando ao telejornal, é enervante saber que em Paris uma mulher apanhou uma multa de 22 € por conduzir de burka, (coitada, não devia ver nada), e depois descobrir-se que o marido da senhora tinha mais 3 mulheres…e apesar de nascido argelino, tinha nacionalidade francesa!!! Ora como a poligamia é ilegal em França, o homem está em maus lençóis….
Vai daí, o argelino naturalizado francês, pôs o Estado em tribunal, Estado esse que quer arranjar maneira de o devolver à procedência!!
Oh ! Por amor de Deus!! Tenham dó!
Então a jornalista portuguesa em Teerão tem que cobrir a cabeça e os Iranianos na Europa querem manter-se tapados????
Estranho Mundo este….
Ou será que sou eu que sou estranha????

Isabel

domingo, 18 de abril de 2010

Se Jesus fosse professor em POrtugal....


Naquele tempo, Jesus subiu ao monte seguido pela multidão e, sentado sobre uma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se aproximassem. Depois, tomando a palavra, ensinou-os, dizendo:

Em verdade vos digo,

-Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus.

-Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.

-Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles...


Pedro interrompeu:
- Temos que aprender isso de cor?
André disse:
- Temos que copiá-lo para o papiro?
Simão perguntou:
- Vamos ter teste sobre isso?
Tiago, o Menor queixou-se:
- O Tiago, o Maior está sentado à minha frente, não vejo nada!
Tiago, o Maior gritou:
- Cala-te queixinhas!
Filipe lamentou-se:
- Esqueci-me do papiro-diário.
Bartolomeu quis saber:
- Temos de tirar apontamentos?
João levantou a mão:
- Posso ir à casa de banho?
Judas Iscariotes exclamou:
(Judas Iscariotes era mesmo malvado, com retenção repetida e vindo de outro Mestre)
- Para que é que serve isto tudo?
Tomé inquietou-se:
- Há fórmulas? Vamos resolver problemas?
Judas Tadeu reclamou:


- Podemos ao menos usar o ábaco ?
Mateus queixou-se:
- Eu não entendi nada... ninguém entendeu nada!

Um dos fariseus presentes, que nunca tinha estado diante de uma multidão nem ensinado nada, tomou a palavra e dirigiu-se a Ele, dizendo:

Onde está a tua planificação?
Qual é a nomenclatura do teu plano de aula nesta intervenção didáctica mediatizada?
E a avaliação diagnóstica?
E a avaliação institucional?
Quais são as tuas expectativas de sucesso?
Tens a abordagem da área em forma globalizada, de modo a permitir o acesso à significação dos contextos, tendo em conta a bipolaridade da transmissão?
Quais são as tuas estratégias conducentes à recuperação dos conhecimentos prévios?
Respondem estes aos interesses e necessidades do grupo de modo a assegurar a significatividade do processo de ensino-aprendizagem?
Incluíste actividades integradoras com fundamento epistemológico produtivo?
E os espaços alternativos das problemáticas curriculares gerais?
Propiciaste espaços de encontro para a coordenação de acções transversais e longitudinais que fomentem os vínculos operativos e cooperativos das áreas concomitantes?
Quais são os conteúdos conceptuais, processuais e atitudinais que respondem aos fundamentos lógico, praxeológico e metodológico constituídos pelos núcleos generativos disciplinares, transdisciplinares, interdisciplinares e metadisciplinares?

Caifás, o pior de todos os fariseus, disse a Jesus:
- Quero ver as avaliações do primeiro, segundo e terceiro períodos e reservo-me o direito de, no final, aumentar as notas dos teus discípulos, para que ao Rei não lhe falhem as previsões de um ensino de qualidade e não se lhe estraguem as estatísticas do sucesso. Serás notificado em devido tempo pela via mais adequada. E vê lá se reprovas alguém! Lembra-te que ainda não és titular e não há quadros de nomeação definitiva!

... E Jesus pediu a reforma antecipada aos trinta e três anos...

sábado, 17 de abril de 2010

quarta-feira, 14 de abril de 2010

domingo, 11 de abril de 2010


Numa de viver em contra-luz lá passei eu uma semana em Londres, com algumas colegas e quase 30 alunos: Um stress de enlouquecer!! Uma média de 15 kms/ dia!!!:))....
Posso dizer que regressei deslumbrada e de Alma lavada!!
1º dia, ainda sem London Pass, do hotel a pé até à Trafalgar Square: a National Gallery é um espanto: eu por mim nem saía da 1ª sala que visitei: ver os "Girassóis" de Van Gogh ao vivo é assim quase sobrenatural!! _ pena os "putos" não acharem "piada" mas enfim, é o que temos;).
Estar sentada naquela praça e ver o Mundo passar defronte dos olhos é uma experiência única!!
Depois o Soho, os bairros mais incríveis de Londres, o metro _(undergroud como eles dizem), Torre de Londres, Saint Paul Cathedral, Buckingam Palace, com os coches reais e a exposição Victória and Albert; Madame Touseaud, Picadilly, Chelsea, British Museum...E tudo e tudo e tudo em 4 dias...Bem...Agora devia ter uma semana de ferias para descansar e...recordar!!!....
Os ingleses são....Completamente admiráveis: conduzem às avessas, descem e sobem as escadas rolantes sempre a correr _ não sei para que elas servem(???!!)_, na hora de ponta do Metro, as meninas sentadas pintam as unhas..comem, leiem livros, _ as fichas eléctricas são diferentes, a moeda é outra, as distâncias medem-se em Milhas e não em Kms....Bem...Eles são mesmo diferentes e o mais giro.... É que nãos se chateiam nada!!!!:))))
Ir a Londres é ver passar O Mundo, numa cidade!!
Teatros por todo o lado, Torre de Londres, Hard Rock Café, Fish and fries;)), indianos, paquistaneses, chineses, japoneses, burkas....E tudo e tudo e tudo!!!
Estou estoirada..Mas valeu a pena!;)