Visualizações de páginas no último mês

Amazon MP3 Clips

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

OBRIGADA, SÓCRATES, POR NOS TERES TIRADO O ABONO DE FAMÍLIA!!!!


SABEM PORQUE É QUE APESAR DE TUDO O PS GANHA?
PASSO A EXPÔR A MINHA TEORIA! ORA CÁ VAI:

TEREI QUE SER POLÍTICAMENTE INCORRECTA E DIZER QUE DESDE O 25 DE ABRIL O POVO PORTUGUÊS PERDEU VALORES, EDUCAÇÃO E RESPEITO! OS FILHOS BATEM NOS PAIS E EXIGEM TELEMÓVEIS; OS PAIS NUNCA LERAM UM LIVRO NA VIDA.
A SEGUIR À ABRILADA VEIO VEIO ... VEIO ... VEIO ...A BALDA TOTAL, PASSAGENS ADMINISTRATIVAS, QUALQUER BURRO É DOUTOR, ETC. SÃO ESSES OS PAIS DOS MEUS ALUNOS MAL EDUCADOS,_ QUE ESTE ANO TB TENHO ALGUNS_ ,SÃO ESSES QUE ME CONSIDERAM UMA MÃE DEMASIADO EXIGENTE E AUTORITÁRIA PORQUE NÃO GOSTO QUE AS MIÚDAS ME TRATEM POR TU E AS MANDO ARRUMAR O QUARTO! _
HOJE EM DIA O QUE ESTÁ CERTO É DEIXAR AS CRIANÇAS FAZER O QUE QUEREM E MAIS NADA!
VEJO À PORTA DA ESCOLA OS PAIZINHOS ATRAVESSAREM A PASSADEIRA COM MENINOS DE 11 ANOS PELA MÃO!!
VEJO PAIZINHOS DESCOMPOREM OS PROFS SE OS MENINOS TÊM MÁS NOTAS PORQUE NÃO ESTUDAM!

FOI ISTO Q RESULTOU DO 25 DE ABRIL: O POVO FICOU COM A NOÇÃO QUE SÓ TINHA DIREITOS, E NÃO TINHA NEM TEM, DEVERES!....
POR ISSO VOTA, E VOTA MAL! PORQUE SIMPLESMENTE TEMOS UM POVO IGNORANTE!

PS: Não esquecer que só 40 e tal % das pessoas votam...porque a maioria das pessoas já não acredita nesTa “coisa” a que chamam democracia!

_( E já agora não adoeçam porque as comparticipações para exames médicos vão descer!)._
AFINAL ONDE ESTÁ A VERDADEIRA NOBREZA DESTE PAÍS TÃO EXALTADA NO HINO NACIONAL? NA "GENEA" À PROCURA DOS ANTEPASSSADOS??.......


iSABEL

sábado, 18 de setembro de 2010

package (exterior) e o conteúdo (interior)".


Aproveitei o comentário de um amigo para dar título a esta nota.

Tenho o direito de opinar e os outros de me contrariar,_obviamente_ ,desde que o façam de uma maneira civilizada e educada. E é isso que hoje aqui vou fazer: opinar.



Hoje em dia, como diz Bento XVI, as pessoas vivem o relativismo de uma forma doentia.

Vivem para a imagem, para as aparências, para o que a sociedade pensa ou deixa de pensar delas.

Fiquei chocada quando um amigo meu que estava a a começar a gostar de uma modelo lhe fala em amor e ela responde que só queria sexo. E Fico chocada porque Deus nos criou, como dizia Descartes na dualidade Corpo/Alma.

Um é indissociável da Outra.

Fico chocada quando as pessoas fazem empréstimos bancários para fazer plásticas, aumentar o rabo e as mamas_ esqueceram-se que Deus nos criou mamíferos, e nos deu "maminhas" para alimentar as crias e não para enfeitar.

Fico chocada quando tiram gordura do rabo e a colocam na cara: devem ficar com cara de cu! (No mínimo).

Fico chocada quando o botox tira a expressividade às pessoas.

Fico chocada quando as mulheres pedem cesarianas, para não alargar o canal vaginal pelo parto_ esquecem-se que Deus nos criou com ELASTICIDADE!...

Fico chocada quando as mulheres recusam amamentar os filhos porque lhes estraga o peito!! Grande falsidade!! Amamentar, além de ser saudável para o filho ajuda-nos a emagrecer e a recuperar a boa forma.



Fico chocada quando as pessoas, na sua maioria homens, contam belas histórias de amor e paixão quando só querem sexo: são mentirosos e incoerentes e tiram a hipótese de quem neles acredita, escolher.

Costumo dizer aos meus alunos, quando dou o sistema reprodutor, que fazer amor/sexo, não é como comer um bife com batatas fritas: o bife está morto e as batatas não se manifestam; o "outro", tem Alma, é um ser Humano, merece respeito, não é uma refeição. Chamo a isso canibalismo sexual.



Que me interessa ter uma pele esticada, se, cá dentro de mim , as células continuam a envelhecer, os telómeros a perder capacidades e a morte se aproxima sem retardar a velocidade??....

Fico chocadíssima quando mulheres fazem abortos porque "não lhes dá jeito ter um filho" naquela altura da vida. Então o que é um filho? Um pedaço de carne delas?...

Não, não é! É um ser Humano em potencial com todo o ADN que lhe dará a cor dos olhos e do cabelo, a maneira de estar, ser e pensar.

Fico chocada quando se retira a palavra AMOr do vocabulário: ele , o verdadeiro Amor é o sentimento mais sublime que existe. POdemos estar doentes ou sem dinheiro, mas se tivermos Amor, ultrapassaremos todas as dificuldades mais facilmente.



A verdade, é que todos vamos morrer: não se fala na Morte porque é tabu, mas Ela é a passagem mais certa que teremos que enfrentar. Não se engana o Tempo. Não se engana a Natureza.



Meus amigos: Amem.

Aceitem-se.

Não mintam.

Não enganem.

Vivam sem medo.

Ajudem os outros.





PS: Quanto aos ateus: Não se pode provar que Deus existe, mas ainda ninguém provou que Ele não existe!

Obrigada por me lerem



Isabel

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

POSFACIO ao livro de António Feio, por Dr. Nuno Gil


" O António reisistiu um ano e meio à doença e eu acho que isso teve a ver com a sua atitude. Às vezes penso que os tratamentos não valem nada. (...) Há doentes que se sentem mais felizes depois de descobrirem a doença, o que parece paradoxal. No caso do António, isso foi mais do que óbvio. Ainda antes de ontem, apesar dele já não se conseguir expressar muito bem, quando percebeu que eu estava presente esboçou aquele sorriso muito bonito que ele tinha sempre, ou seja, estava com um sorriso de paz e isso é um grande paradoxo. Como é que no meio disto tudo se consegue descobrira paz e a serenidade?! (...) A primeira coisa que é preciso fazer, e foi o que o António fez, é aceitar com serenidade a realidade da morte. Aceitar que não somos imortais, pelo menos na vida terrena. Ele deu essse primeiro passo e a partir daí foi tudo ganhos e provavelmente esta ano e meio pode ter sido provavelmente , o período mais feliz da vida dele. A primeira coisa que o António fez para atingir essa serenidade foi aceitar com calma e delicadeza a realidade da morte. E isso é o que a sociedade não nos ensina, aliás, combate. (...) Ele é um enorme exemplo para todos nós. Tenho por ele uma admiração muito grande (....)

Percebi que aquilo de melhor que posso dar em Medicina não tem nada a ver com estetoscópios, com escolher químicos, nada disso, mas sim com a solidariedade humana, a amizade. Este é um processo que tenho vindo a desenvolver comigo mesmo. Por isso é que choro muito, por isso é que tenho vontade de desistir, por isso é que as dúvidas são cada vez maiores, por isso é que isto é um rebuliço interior. Esta profissão tem um lado terrivelmente emocional. Mas eu não me importo de chorar, a sociedade tirou-nos esse direito, mas eu reclamo esse direito . Os doentes fazem parte da minha vida, são a minha vida, são eles que me têm ensinado a saber como cuidade deles. A parte técnica qualquer um com o mínimo de preparação pode fazer. Como diz uma máxima dos cuidados paliativos: " Os que estão a morrer ensinam-nos a viver". Foi o que o António fez.... Hoje é um dia difícil"



In revista LUX nº 539



(Homenagem à Vida...à Ciência.... Ao António...Aos que perdemos...E....Um grito de revolta contra o último tabu do sec. XXI: a morte.)

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Eu "é mais bolos".....e Touradas:)


Quando acabei o curso, o meu pai disse-me algo que nunca mais esqueci: “ Tu não sabes nada!! A única coisa que conheces é os livros que hás-de consultar para encontrar aquilo que precisas!!”

E tinha toda a razão!! …Quer dizer, naquele tempo ainda nem havia internet!!:))

Isto para dizer o quê: que há pessoas que se arrogam de uma sabedoria que me deixa desconcertada_ “elas” são especialistas em política, economia, medicina, veterinária, zootecnia, história..Eu sei lá!!!

Eu cá para mim estou à vontade na zootecnia, agronomia, alguma coisa de veterinária, Biologia e Geologia_ obviamente _, e alguma Física e química.

Se me puserem a falar de Direito ou Gestão de empresas…”meto água” de certeza..Como tal, prefiro ouvir e aprender… e adoro aprender!! E não me chateia nada dizer: “eu não sabia isto!”

Tive a imensíssima sorte de ter nascido numa família culta, com muitos livros em casa e de me ter cruzado, ao longo da vida, com pessoas extremamente cultas que me ensinaram imenso: desde Arte plástica, Música, etc, etc…..

Lamento ainda hoje, não ter seguido os conselhos da minha mãe e ter algumas lacunas literárias: devia ter lido o “Retrato de Dorian Gray”, a “Montanha Mágica” do Thomas Man e o “Guerra e Paz” do Tolstoi…Mas os livros eram tão grandes, tão grandes e tão antigos que me assustaram…..Pode ser que um dia ganhe coragem. Os livros lá continuam em casa do meu paiJ

Aqui no FB tenho aprendido imenso com imensas pessoas:..Desde teorias sobre vidas paralelas, o “Universo de Cordas”…Os genes característicos de alguns povos, Política, ….etc ,etc….

Para me pronunciar sobre esses assuntos, procuro ler primeiro….e falar depois…embora esteja ciente da minha terrível impulsividade.

Mas este texto todo, porquê??

Ora bem: ontem apareceu uma senhora, numa das minhas páginas, dizendo que é completamente contra as toiradas, e que no matadouro os animais têm uma morte digna, assistida por um veterinário!!!!!.......

É óbvio que infelizmente me desatei a rir que nem uma perdida…e lá perdi algum tempo a explicar à senhora que:

1.Só a deslocação de camião para o matadouro, com os animais empilhados, é de tal modo stressante, que muitas vezes são admnistrados ansiolíticos, principalmente aos suínos_ para que não morram de enfarte na viagem.
2.Os toiros bravos têm uma vida média de 5 anos, enquanto uma raça de corte, (para comer), é de mais ou menos um ano. Um charolês aos 7 meses pesa 700 kgs se não levar anabolizantes como o Clembuterol (proibidíssimo e mais caro que 1 grama de cocaína). Logo, um novilho de corte, vai para o matadouro depois de 1 ano de vida amarrado a uma mangedoura onde a única distracção é COMER.
3.As vacas de leite nunca conhecem os filhos que parem anualmente: assim que nascem são-lhe retirados_ dão-lhe o colostro_ e depois são alimentados com leite artificial… para que nós possamos beber o leitinho de vaca que os meninos de Lisboa acham que “nasce” nos pacotes.
4.Os galináceos criados em regime intensivo, levam os bicos cortados para não se picarem (devido ao stress do excesso de população), e levam quantidades infindas de antibióticos para não propagarem doenças infecto-contagiosas.
5.No matadouro, os animais permanecem no mínimo 24 horas sem comer (para esvaziar o aparelho digestivo), _ o que é uma autêntica tortura para os ruminantes, que comem constantemente.
6.Vão em fila para a linha de abate, pressentem a morte e vêem o sangue dos “irmãos” a escorrer-lhe pelo chão.
7.São mortos com uma faca na jugular presos de cabeça para baixo, e ainda a mexer já lhes estão a injectar ar comprimido nas articulações para separar a pele do músculo.
8. O veterinário e o zootécnico estão lá, pois estão!! Sabem para quê?? Para verificar se os animais estão em condições de servir para consumo humano.
9.NÃO!! NO MATADOURO OS ANIMAIS NÃO LEVAM ANESTESIA!


Finalmente resta-me dizer que se fosse bovino, preferiria ser de raça brava porque pelo menos teria 5 anos de vida regalada no campo, em liberdade até chegar à “temível” praça de toiros!!

Por isso meus amigos: se estiver aqui algum zootécnico ou veterinário, que me queira corrigir, agradeço.

Se isso não se verificar, solicito às pessoas que se informem antes de falar sobre aquilo que não conhecem, não viram nem viveram!...Ou um dia perco a paciência e mando-os…..pastar,(na mangedoura que é mais aborrecido))

Boa noite!!!;)