Visualizações de páginas no último mês

Amazon MP3 Clips

sábado, 18 de junho de 2016

Carta às minhas filhas

Há dois dias, quando a Filipa me disse que eu mimava muito o meu cavalo , estive mesmo para responder: " Pois é!! Também vos mimei a vós !!!"
--Enfim, nem o cavalo mais malcriado consegue magoar-me tanto como certas palavras ou olhares: tipo "és ridícula", "estás a fazer tudo mal", "o Farol não é cavalo para ti" porque as meninas do papá estão habituadas a conviver com a m*** dos cavalos de alta competição do papá, daqueles que vão aos Mundiais de dressage e assim!! Pois, tá claro!!! E quando vão à quinta da mãe têm que ajudar a limpar estrume da boxe e na quinta do pai há tratadores: é só montar!!!!....Verdade que nunca se queixaram e sempre ajudaram, sempre foram miúdas prestáveis e trabalhadoras!! Mas na cabeça delas, a ideia da quinta , do cavalo, das cabras, dos cães e do gato, é..... de uma mãe avariada da mona!!! 
Pois , se calhar é verdade o que escrevi abaixo!! Estou mesmo lelé da cuca!!
Mimei as meninas, mimei sim senhor!!! Se calhar, inconscientemente, quis recompensá-las ( principalmente a mais nova que nem se lembra do pai em casa), com muita atenção e muito mimo, pela falta do pai em idades tão precoces!!.. E claro, os meus queridos e saudosos pais também contribuíram para a carrada de mimo que trazem em cima!!!
E depois...pelo lado de lá, vê-se a enorme falta de auto-estima incutida nas miúdas!!! O meu ex sempre foi muitíssimo parco em elogios. A única pessoa perfeita no mundo dos cavalos, é..O GRANDE MESTRE!!!!, ou seja ELE!!
Já ouvi uma delas dizer que nunca poderia ser cavaleira de competição porque têm não sei quê nas costas!!...E ambas se recusam a colocar vídeos delas a montar, porque não estão perfeitas!!!!!!
E ao MUNDO, só se mostra o que é perfeito!!! Se o cavalo fez uma má transição ou o alongamento de trote não foi o pretendido, Ui que horror, não se mostra a ninguém que vergonha!!!
Mas será que estas gaiatas não percebem o valor que têm?? Uma com 22 anos no 4º ano da faculdade, num curso dificílimo, outra no 2º ano da faculdade aos 18 anos e considerada a melhor aluna pelo professor da cadeira de pensamento antigo e medieval??
Miúdas que nem vêm todos os fins-de-semana a casa e que portanto só vão montar ao pai aos fins-de-semana, querem o quê???A perfeição na dressage??? Por amor de Deus!!!!!!
E depois, por verem o pai ser como é, são miúdas que me dizem: "O pai traiu-a a si, acha que ele não continua a trair a actual'?? Aahahah!! "-- E depois juraram que.... Nunca na vida iriam querer nada com "homens dos cavalos"!!!!!!! 
Pois, é compreensível!!!!
O que eu gostava mesmo, muitíssimo mesmo, era que elas dessem mais valor a si mesmas, que se amassem , que se reconhecessem como miúdas extraordinárias que são!!!!
Elas têm imenso valor!!!!!!! São bem educadas, boas alunas, simpáticas, belíssimas alunas!!!! Parem de se rebaixar!!!!!
Parem, minhas filhas, parem antes que seja tarde!!!
( Ps: este texto só está visível para amigos mais próximos, obviamente. Obrigada).
Ahhhhh!!!... E depois ainda há quem me diga para superar o passado!!!!! Pois não é fácil quando ele nos bate à porta pelas atitudes e maneiras de pensar dos nossos filhos!!!

sábado, 4 de abril de 2015

Seja Crucificado!!!

«Seja crucificado! Este grito,
multiplicado pela cega paixão da multidão
- estranha liturgia da morte -
Ressoa ao longo da história,
Ressoa ao longo do século que acaba:
Cinzas de Auschwitz e gelo do Gulag
Água e sangue dos arrozais da Ásia,
Dos lagos de África,
Paraísos massacrados.
Tantas crianças rejeitadas, prostituídas, mutiladas.
Ó não, não o povo hebraico
Por nós durante tanto tempo crucificado,
Não a multidão que prefere sempre Barrabás;
Aquele que retribui o mal com o mal
Não eles, mas nós, todos nós e cada um de nós,
Porque somos todos assassinos do amor.»


Olivier Clément in
O livro das conversões

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Mulheres

Hoje, lá me levantei a custo para ir fazer novas análises.
Dizia-me a rapariga “picadora”: “ Olhe, isto é só uma picadinha, não dói nada!! “….Arregalei os olhos e pensei: porra, sou mulher, pari duas miúdas lindas sendo que o 1º parto foi dificílimo e com ventosa; tive uma cirugia de 7 horas a um tumor cerebral, em que obviamente me abriram literalmente o crânio e agrafaram o osso….E é agora esta picadinha de mosquito que me vai incomodar???? Hahahhaahahaha!!!!
No final da retirada de sangue diz-me a mocinha: “Olhe, agora não faça esforços com o braço!”. Sorri-lhe e disse que estivesse descansada.
Cheguei a casa , tinha uma inundação na cozinha: com as limpezas, o tubo da máquina da loiça saiu. Adivinhem quem passou uma hora e meia a limpar e a apanhar água??? Euzinha, pois claro!!!
Se a vida é isto, se ser mulher é isto, calharem-nos as estopadas de ter menstruação, parir, trabalhar em casa e fora dela, então nos não somos mulheres: SOMOS SUPER-MULHERES!!!!
Há 100 anos não havia mulheres na faculdade!!! A minha avó paterna foi uma das primeiras a tirar o curso universitário de enfermeira-parteira pelo que foi parteira municipal em várias cidades, ao mesmo tempo que criou oito (8) filhos!!! Ainda hoje há pessoas que ma recordam como uma Santa!! Ajudava toda a gente, quer lhe pudessem pagar ou não! Era um serviço nacional de saúde ambulante, a avó Albina dos Santos Quelhas!
Herdámos das nossas avós, a garra!! A minha avó materna era proprietária de várias “fazendas” na zona do Sardoal e teve brucelose: lembro-me da avó contar que todos os dias se montava na charrete e ia à cidade levar uma injecção dada pelo médico que a salvou (creio que era o seu primo dr. Serras Pereira).
Isto para dizer que as mulheres que há 100 anos não iam para a universidade, são agora a população maioritária das mesmas!!! As profissões difíceis, calham-nos a nós: 70% doss professores na minha escola, são mulheres e creio que esse número é uma amostragem correcta do País.
Dantes, dizia-se vou ao médico: agora, o normal é dizer vou à médica!:)
No meus tempos de estudante , os cursos de engenharia tinham umas infiltradas femininas!!!! Nestes tempos os mesmos cursos têm 4 ou 5 rapazes para 30 raparigas!!! Houve alturas que cheguei a dizer às minhas amigas: “ quem quiser arranjar um homem, tem que ir às obras!” _
E depois a maternidade!!!????? Quando há divórcios, quem fica com os filhos??? Graças a Deus, NÓS!!! Os pais,se forem civilizados, lá negoceiam uma pensão de alimentos e levam os miúdos de 15 em 15 dias a passar o fim-de-semana a casa deles e da 2º namorada, ao Mc donald’s e ao cinema!!! Hahhaahhaha!! Sobra-lhes tempo para o engate e para ir para a tasca com os amigos beber copos!!
Nós mulheres, pilotamos aviões, conduzimos camiões, superamos doenças, suportamos gravidezes difíceis e partos terrivelmente dolorosos, criamos os filhos, ajudamos os pais idosos, apoiamos os doentes, vemos os pais morrer de mão dada connosco, e apoiamos os amigos que sofrem!!!
A minha história de vida não é nada ao pé de algumas histórias de mulheres que conheço!! Nada!!! Já vi amigas morrerem depois de terem lutado como guerreiras por amor aos filhos sujeitando-se a tratamentos mutilantes e ultrajantes, já vi mulheres superarem doenças insuperáveis e continuarem a trabalhar sem um queixume!!!!
Depois disto, oh Meu Deus, nós mulheres, somos o Máximo!!!
Adoro ser mulher e agradeço a bênção de ter sido mãe de 2 meninas/mulheres corajem, que além de serem boas alunas, são super-educadas , praticam desporto, montam a cavalo, ajudam o pai nos concursos de equitação…. Sou abençoada!!
Nós, as 3 mulheres cá de casa, depois de termos perdido pais e avós continuamos a sorrir e a lutar e a aperaltarmo-nos para festejar!!!
Nós, as três, temos agora entre mãos uma dificílima decisão: eutanasiar a nossa gatinha. Segunda feira, tomaremos a decisão: depois de 2 semanas de sofrimento em que a nossa gata passou os dias a levar soro ao ponto de já “não ter veias” e os rins estarem parados. Teremos que olhá-la nos seus olhos grandes, negros e doces e despedirmo-nos dela.
Já disse à minha filha mais velha que vai ser muito difícil e que gostaria de estar com ela. A Maria respondeu: “ mãe, já vi eutanasiar o meu cavalo e cães! Agora quero estar sozinha com a Bolota!”
Mulheres coragem, somos todas e todos os dias!!!
Meus amigos, meus amores: 
Tenho 53 anos e sinto-me cada vez mais jovem de Espírito, talvez até mais “maluca”!!!! Por isso me arrogo o direito, de cada vez mais dizer o que me apetece, fazer o que me der na gana e borrifar para os críticos!!!!
Oh Yeahhhhh!!!!


Isabel SQR.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

"Estórias" de amor

Hoje, apetece-me dar uma de “tiaaahhh” Margarida Rebelo Pinto e escrever sobre histórias de amor!... 
Não chegando aos calcanhares da douta senhora, posso mandar uns "bitaites" falando por experiência própria ou pelas histórias que conheci.
As histórias de amor felizes, não têm história. Já não sei quem disse, mas tinha toda a razão!!.. Que seria de Romeu e Julieta se as famílias tivessem permitido o casamento?? Ou de D. Quixote se a Dulcineia lhe tivesse dado "trela"!??... Ou de Sansão e Dalila sem traição??
Uma sensaboria!!!!!!
Amar o impossível é como fitar o abismo.
Quando olhamos o abismo, ele devolve-nos o olhar. Acho que era Nieztche que dizia algo parecido.
Até "ganhar juízo" e me apaixonar pelo meu ex-marido, vivi histórias de amor impossíveis mas platonicamente intensíssimas!!!....
O meu 1º amor, foi um colega de liceu 3 anos mais velho, que só gostava de mim como amiga: sempre fui uma óptima confidente.
Ele... Era Lindo de morrer e vivia no limite... Seria hoje classificado como um border-line!...
Na altura, fazia aquelas coisas que os nossos pais não aprovavam, como ir de carro com amigos para o 2001, fumar ganzas e faltar às aulas para ficar na conversa.
Um dia, confidenciou-me que pressentia sofrer do coração.
Eu pedi-lhe por tudo que fosse ao médico. Ele encolheu os ombros..e..não foi.
Entretanto, eu segui Ciências, ele Letras, eu fiquei neste liceu, e ele foi para Lisboa.
Voltámos a ver-nos num baile de finalistas onde dançámos encantados um slow hiper-romântico...E no ano seguinte, soube que após um jogo de futebol, teve um enfarte..... e morreu.
O meu querido, morreu, com 21 anos.
Ficou para sempre a recordação da sua beleza, do seu bom gosto, da sua educação, da profundidade da sua Alma, da sua enorme amizade.
Era, resumindo, um homem de sonho: O meu Jim Morrison!
Mais tarde, já perto da faculdade, encantei-.me por uma pessoa especial com uma história de vida trágica: órfão de pai desde criança, meio abandonado pela mãe desde sempre.
Um latifundiário que tinha tudo para ser feliz se não fosse o vazio no coração que se mostrava todos os dias.
Procurava algo, algo sublime, notava-se bem.
Nunca percebi o que sentia por mim: partilhava comigo a poesia que escrevia e as mágoas que o afligiam.
A sua mãe gostava imenso de nos ver: talvez visse em mim a mulher capaz de domar aquele rapaz indomável, especial e incompreensível.
Tivemos momentos lindos: um dia encontrou no chão uma coruja bebé e trouxe-ma para que a criasse. Foi uma aventura!!!!....
O meu pai não gostava muito que eu saísse com ele... Mas que era “sair “naquele tempo, senão ir ao café ou à discoteca????
Entre nó, s havia aquilo que dificilmente hoje se observa na juventude: um enorme respeito e consideração pela mulher, pela amiga, pela possível namorada!
Fui, por todos os meus amigos, sempre tratada como uma Senhora!!!
Ainda me foi visitar algumas vezes à faculdade, a Évora… Mas, mesmo nessas visitas , dava-me o desgosto de desaparecer com companhias menos aconselhaveis para fazer coisas que nunca faria na minha presença.
Acabou por casar com uma “miúda” nculta e sem classe, que aproveitando a sua fragilidade lhe ficou com tudo, até com o filho.
Morreu no seu monte, doente, sózinho, de overdose de solidão, falsos amigos e droga.
Era lindo, loiro, cabelos muito lisos, olhos azuis de felino.
Nunca foram minhas, as minhas grande paixões.
Hoje, sinto que vi nelas o meu lado mais “wild”, selvagem, inconfessavel, rebelde, o meu lado mais parecido comigo: a Isabel politicamente incorrecta.
O lado Isabel abismo, a que gosta de andar de moto a 200 e que tem vontade de saltar de pára-quedas!
Como dizia Nieztche, “quando contemplas durante muito tempo um abismo o abismo também de contempla de volta.”
Isabel QR

domingo, 1 de junho de 2014

Quando

Quando gosto, Amo mesmo;
Quando não gosto, detesto;
Quando me entusiasmo, entrego-me totalmente;
Quando me entristeço, desço ao fundo do poço mais fundo;
Quando me alegro, rejubilo por todos os poros e acredito que todos os finais são felizes;
Quando algo não me faz acelerar o coração, arrepiar a pele, revolver as tripas, é-me indiferente.
Sou assim, intensa: por isso sinto muito.... ou não sinto nada!!!
___ Quem foi que disse: quero o tudo ou o nada! O meio termo é que não??!! ___

IQR

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Aos meus amigos mortos.

Aos meus amigos mortos.

A saudade, qual punho fechado, esmaga-me o coração.
A saudade, apenas a saudade!!!
Não!! Nunca a incerteza, nunca a dúvida, jamais a falta de Fé!!!
Por vezes, confesso, a inveja!!!!
_ Vós que partistes do meu horizonte, não terão que defrontar angústias existencialistas nem “probleminhas” prosaicos que estupidamente ou não, nos angustiam os dias!!! 
Não tendes que aturar ministros, preencher IRS’s, correr para reuniões, fazer contas, zangar-vos com a vida!!!!_
E é quando me zango com a vida, que a Saudade aperta, que mais me apetece ir ter convosco.
Sim, apetece-me muito: mãe, pai, avós, tias, tios, João Salgado,Carlos V., Cristina C., Ana Isabel, Helena, Luis C. , Miguel M. , Isabelinha…..Apetece-me tanto rever-vos!!!!!....
Às vezes pergunto-me: porquê ela e não eu??.....
Estive lá perto, e sei o que se sente: uma dor que doi e não se sente…?? Não… Uma pena. Quando pensei que ia morrer antes da minha cirurgia cerebral, senti apenas uma angustia extrema e uma preocupação enorme com as minhas filhas que eram mínimas!!!...
Há dor maior do que uma mãe separar-se dos filhos em crescimento??... Há dor maior do que não gozar de uma casa que se construiu com tanto esforço e tanto amor???....
Mas, os desígnios de Deus são insondáveis, sem dúvida, embora eu me atreva a Crer que Ele, como bom jardineiro, colha sempre as flores mais belas primeiro!!!!! Não é???....Pensem bem, porque durou Pinochet até aos 96 anos e o Fidel Castro ainda por cá anda??....
Quem conhece os amigos que me morreram, sabe que eram pessoas de uma extrema bondade e inteligência, que eram mães e amigos extremosos, capazes de se dar, de transformar tudo à sua volta em Paz. bem-estar e Amor….
Sim, como disse o poeta, Deus leva os que mais ama.
Para onde??.....
A morte é o acontecimento mais natural de um ser vivo… biologicamente, será que uma bactéria que se divide em duas para se reproduzir é eterna??...As duas bactérias “filhas” em que se transformou contêm o mesmo ADN … Mas serão ela? A primordial?....
Neste universo povoado de milhões de estrelas, planetas, quasares, galáxias, matéria escura….. e buracos negros….O maior mistério persiste.
Ao Buraco negro, os cientistas chamam de “singularidade”.
A este elemento estranho e fascinante nada escapa, nem a Luz. Tudo o que se aproxima é captado e …. Passa para o outro lado.
Será a morte o outro lado da Vida??....Será a morte a Singularidade??....
Um universo paralelo????
Será que a força do nosso pensamento e do nosso Amor nos mantem em contacto???.....
Tenho a certeza que sim!!!!
Revejo imensas vezes os meus amigos e pais, super- saudáveis e alegres como sempre os conheci, nas noite mais agitadas, povoadas de sonhos!!!
Relembro-os sempre em momentos felizes que partilhámos, como se a doença nunca os tivesse atingido e transformado terrívelmente.
Os seus voláteis corpos foram entregues ao ciclo da Natureza.
As suas Almas, os seus Espíritos, permanecem: atravessaram o calvário da dor e encontraram a Paz e o Bem-estar imcomparável da companhia de Deus!!!....
Nós, que por cá ficámos, neste vale de lágrimas, gemendo e chorando, encontrá-los-emos, um dia destes, quando Deus entender.
Não temo a morte!!! Não a consigo temer!!!!
A morte e a Ressureição de Cristo, ensinaram-me que a morte é apenas uma passagem, não a destruição ou o desaparecimento… Até porque o cientista Lavoisier dizia: “ na natureza nada se cria nada se destroi, tudo se transforma”….. E para lá da Natureza… Só Deus!!
Saudades: imensas, sim!!!
Interrogações??... Algumas, claro!!
Certezas??.... Todas!!!!
Os que partiram magoando profundamente o coração de quem cá ficou, foram primeiro, talvez para nos ensinar a aceitar, a rezar, a Crer com Maior Fé, a perceber que a Vida é uma Graça concedida durante um dado tempo tão relativo e efémero, que nada merece a nossa preocupação ou pior do que tudo, a nossa prisão às coisas materiais.
Saudades?? Sim… Solidão??.... Sim…
Medo???.... Não! Nunca!!!! De quê….??......
Até já, meus queridos e adorados que partiram!!!
Até já! 

quarta-feira, 7 de maio de 2014

1- Um homem em Estremoz, matou a advogada da ex-mulher.
Esta, estava em processo de divórcio por VIOLÊNCIA DOMÉSTICA.

2- Uma mulher foi ASSASSINADA À FACADA pelo ex-companheiro.
___(Os machos latinos continuam no seu melhor! Futebol e porrada nas cônjuges... Agora testículos para correr com os políticos corruptos é que lhes faltam_ uma pena.)__

3- Uma mulher com cancro e com alta hospitalar, ficou horas à porta de uma Igreja por não ter para onde ir,  visto a família ter perdido a casa.

Porra de país!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!