Visualizações de páginas no último mês

Amazon MP3 Clips

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Lady GaGa - Born This Way (Tradução / Legendado em Português) [Letra Ofi...



NUNCA ME DIGAM: “ FOI OPÇÃO TUA?? Ok: então não te queixes.”
Hoje estou com o mau feitio. So what??? Não tenho razões para isso?? Se calhar não: mas isso não me tira o direito ao Estado de Espírito que me assola.
Graças a Deus tenho duas filhas saudáveis, uma casa para viver e, coisa rara nos tempos que correm, emprego/trabalho.
Acordei cansadíssima: tenho que perguntar a quem de direito porque razão quanto mais cedo me deito, mais cansada acordo. Será da fibromialgia??... Não sei, talvez. Doença de “gente fina” não interessa a ninguém.
Sei que tive uma manhã particularmente difícil a vigiar provas de aferição, sem me poder sentar como manda o manual de etiqueta: nem a “porcaria” do Brufen” tomado ao pequeno-almoço, me livrou de uma dor de coluna e cabeça, toda a manhã.
Saí da escola estoiradíssima, fui ao supermercado fazer umas compras para o fim-de semana, comi uma torrada e um chá e vim para casa.
Cheguei às 2 horas. São 17, 45 e só agora me sentei.
Porquê??..... Porque havia roupa para apanhar e dobrar_ que eu pedi às miúdas e se “esqueceram”_, máquina para pôr a lavar, casa para aspirar, reciclagem para despachar, e outras coisas para lavar, limpar, aspirar, whatever.
…..Sinto-me assim do tamanho de uma formiga que tem que carregar uma folha muuuuito grande!! Claro… claro que toda a gente diz: “ não optaste por te divorciar e ficar com as miúdas??”_ Obviamente que sim. E não estou arrependida: mantive a minha dignidade. E a dignidade tem preço!….
Os divórcios provocam para quem é “deixado”, uma diminuição da qualidade de vida_ em vez de dois ordenados passa a entrar só um_, consequentemente a mulher a dias passa a vir só uma manhã em vez de 3X /semana e…. as crianças têm sempre imensas actividades: _ “trabalhos de grupo, visitar os avós, tratar dos cães e gatos que estão em casa dos mesmos, levar a gata ao veterinário, ir à explicação, namorar…etc e blablabla.”
E a mãe… é uma chata porque tem a mania das limpezas e das “boas educações”! Obviamente que cá em casa não se põe os cotovelos na mesa nem os sapatos no sofá, e…nem a gata a “meia pensão” está autorizada a acabar com os sofás, tarefa já iniciada há vários anos.
Graças a Deus, O Senhor concedeu-me o dom do “desenrascanço” tão tipicamente portuga, que me permite ir com o carro à oficina, à inspecção, ir para o fim do mundo sozinha, à noite, com a criança doente a vomitar no banco traseiro do carro à procura da pediatra, comparecer às reuniões de escola , ou … Resolver uma inundação que me obrigou a mudar o chão de 4 divisões da casa. ( Enquanto isso, o progenitor apenas me fez o grande favor de me fornecer o nº do seguro habitação... E continuar a sua vida normal, como se nada se passasse com a descendência, que durante um mês não pôde dormir em casa devido às obras).
E as férias a 3, sozinhas??? Uau!! Graças a Deus que existem telemóveis: se saía com a mais velha, (no máximo até à meia noite), a mais nova ficava em casa de telemóvel em punho atendendo as mensagens de 10 em 10 minutos.
Festas de anos , baptizados??.... Tudo a meu cargo e da minha querida falecida mãe.
Primeira comunhão e Crisma, idem.
Claro: ao progenitor cabe a “árdua” tarefa de fazer aquilo que gosta e progredir na carreira.
Progenitor que nem ao funeral da avó das filhas compareceu_ não, (já agora), pela ex-sogra por quem sempre foi tratado com a maior das considerações_ , mas ao menos para consolar a dor das netas que perderam a figura de referência mais importante da vida delas.
Ok, ok , ok,…. Já me estou a alongar na libertação de indignações que já deixaram de ser mágoas, para serem apenas indignações.
Só vos peço uma coisa, meus caros: não me venham mais com a conversa dos pobres pais divorciados que ficam privados do convívio dos filhos pelas maléficas mães!!!
Para esse peditório não dou!!!!
Obrigada a quem me lê: como não tenho ninguém a quem maçar, maço os leitores que fazem o favor de me ler: alguns por pura amizade, outros por doentia coscuvilhice.
Cada um é responsável pelos actos que pratica e eu não me inibo de assumir os meus.
E….Pela lei natural da vida é assim com todos nós: só que alguns… ainda não repararam.

Continuação de uma boa tarde: confesso que me sinto mais leve. O veneno que não destilamos, envenena-nos a nós e deste, já me livrei!!
“Siga a marinha” que amanhã será um novo dia!
Isabel.