Visualizações de páginas no último mês

Amazon MP3 Clips

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Não tenho pachorra!!!!!!...


Não tenho pachorra para intriguices , fofoquices e diz _que_ “disses”;

Não tenho pachorra para bigodes monárquicos só para “armar”, secados a secador, com laca;

Não tenho pachorra para betos, queques, dreads e skin-heads;

Não tenho pachorra para música pimba;

Não tenho pachorra para machistas, revivalistas, marialvas de pacotilha;

Não tenho pachorra para o Governo, deputados, secretários de estado e administradores de empresas “públicas”;

Não tenho pachorra para quem nunca deu aulas e passa o tempo a dizer mal dos professores;

Não tenho pachorra para telefonemas de “chacha” a quererem vender frigoríficos a esquimós;

Não tenho pachorra para os “anti-touradas” que comem carne;

Não tenho pachorras para telenovelas;

Não tenho pachorra para conversa de “chacha”;

Não tenho pachorra para homens quarentões à procura de “mamãs”;

Não tenho pachorra para novos-ricos;

Não tenho pachorra para "snobes";

Não tenho pachorra para meninas que aparecem nas revistas e que são conhecidas só porque são conhecidas e aparecem para alambazar o rissol e o champanhe francês;

Não tenho pachorra para quem não lê um livro, não conhece uma poesia, nunca ouviu falar em boa música;

Não tenho pachorra para os que me corrigem, quando estou a pensar, e começo a frase, com o Vocativo “pá”;

Não tenho pachorra para os homens que não se levantam quando cumprimentam uma senhora;

Não tenho pachorra para os marxistas-leninistas-bloquistas, “esquerdistas caviar”_(que quando vêem um pobre na rua viram a cara);

Não tenho pachorra para melgas, mosquitos e outros quesitos;

Não tenho pachorra para os miúdos e homens e raparigas, que não se levantam e dão o lugar a idosos e deficientes;

Não tenho pachorra para ensinar a um homem que é ele que deve servir o vinho à mesa;

Não tenho pachorra para os xicos-espertos que acham que Portugal é Lisboa e o resto, paisagem;

Não tenho pachorra para os condutores enfurecidos que me querem ultrapassar em traços contínuos;

Não tenho pachorra para os que andam de Ferrari embora lhes chova em casa;…E…E…E….

Pronto…

Posto isto, não tenho pachorra para muita coisa, e, das duas uma, ou estou velha e senil ou…ESTOU MESMO SEM PACHORRA!.



iSABEL