Visualizações de páginas no último mês

Amazon MP3 Clips

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

My very interesting life :)) _ (É mais fino:)))


A minha interessantíssima vida!!!
Farto-me de rir com aquelas pessoas que via twiter, “aipode” ou lá o que é, mandam constantes informações para toda a gente, tipo: “está a começar a chover”; “o avião para Paris atrasou”..”Trânsito complicado na auto-estrada Lisboa Cascais”…..Como se tivessem necessidade de transmitir informações de coisas que NÃO nos interessam minimamente.
Eu hoje estou assim!!! E não, não sou jornalista nem tenho a vida interessantíssima da Guta Moura Guedes, (quem me dera!!).
…Levantei às 7 já a correr para lavar e secar o cabelo PORQUE É FUNDAMENTAL ir de cabelo sedoso para a escola; engulo um copo de leite, bolachas, vitaminas e o antidepressivo + o ansiolítico da manhã: grito pelas miúdas que fingem não ouvir o despertador; ameaço-as de expulsão de casa se não pararem de discutir “de quem é aquela camisola”.
Volto a tentar enrolar o cabelo, _(elas tomam duche antes de jantar e eu de manhã para haver menos confusões espacio-temporais)_, e reparo que uma delas ainda não tomou o pequeno almoço e a outra ainda não decidiu que camisola levar!! Juro pelos Deuses que as ponho com as malas à porta se se voltam a deitar sem ter decidido a roupa a vestir no dia seguinte!
Depois de mais uns berros e ralhetes, verifico se ficou tudo mais ou menos desligado e arrumado, e corro para o carro com pastas, mochilas, livros e miúdas.
Deixo a maior na Secundária e largo a menor na EB2,3 enquanto estaciono o carro.
Começo o dia com uma substituição a uma turma de “meninos de etnia”. Não sei bem o que fazer com eles e há alguns que falam um dialecto que desconheço completamente. Pergunto se há TPC’s: não há; pergunto onde estão os cadernos para fazerem um desenho: não têm; mando os rapazes desligar os telemóveis XPTO e oiço como resposta: “é só ouvir mais esta música”. Proponho jogar ao Stop. Não sabem bem como é, outros não querem nem saber, mas lá ficam.
Os 45 minutos passam e eu vou a correr para uma aula mesmo minha. Entretanto a máquina no café “engoliu-me” 1,50 € e nem um capuccino me deu! _ ainda penso abanar a máquina ou dar-lhe um pontapé mas não dá tempo.
As aulas decorrem normalmente_ dentro do meu conceito de normal, confesso.
Volto para a Sala de computadores: estou em Tempo de gabinete de atendimento ao aluno; ligo a net, espreito uns e-mails e caço uns power-points sobre desigualdade triangular e equiláteros que me vão dar um jeitão na Aula de Estudo Acompanhado que é a seguir.
Entretanto rio-me com a colega que conta as suas aventuras com o Malato no “Jogo Duplo”: Vicky, esta é para ti: ela é loiríssima e ganhou !!!!
Vai amanhã à final para os 10.000€. Torcemos porela e contamos com uma jantarada.
Volto às aulas e finalmente o almoço: uma sandocha e uma sopa na companhia da minha querida amiga que é psicóloga da escola, Filipa Bravo.
Falamos de tudo um pouco menos do tempo ou de futilidades. Há que aproveitar bem as companhias;))
Nos “entretantos”, os miúdos esfrangalham-nos a cabeça com os matraquilhos, corridas, gritos etc.
Voltamos à sala de profs depois de tomar café no bar: a máquina da “nossa” sala não está de confiança!
Depois…depois …depois…Vem-se cá fora fumar um cigarro com um grupinho de “special ones”, conversa-se um bocadinho e eu pego na tralha seguindo para Salvaterra de Magos onde vou “dar” 2 horas de matemática.
Outras idades, outros miúdos, outros problemas, e sempre a velha aversão a números, semiplanos e inequações.
Termino a tarde a comer uma torrada e um chá com outra colega de Matemática que é uma querida …Ou não fosse ela do meu departamento!:))
Enfio-me no carro e tento galgar os 25 kms que me separam de casa.
Reparo pelo caminho numa tontura: senti de repente que o cansaço me deu uma ausência.
Não posso permitir que isso aconteça porque as miúdas ainda precisam de mãe.
Chego a Coruche: afinal o pai resolveu vir jantar (a casa da avó paterna), e eu….alivio. No problem whit dinner!!:))
Carrego as tralhas para casa e…tiro a roupa da máquina de secar, dobro-a, volto a pôr a máquina a trabalhar, agarro no aspirador, aspiro a casa, dobro, arrumo, puxo, lustro, corro…Socorro!!!!!!
Tenho as 2 Tv’s ligadas: uma na sala outra na cozinha: não suporto o silêncio nesta minha casa.
Penso que tenho imensa sorte em não viver em Lisboa pois a esta hora estaria enfiada em qualquer engarrafamento do Eixo Norte-Sul ou 2ª circular.
De repente…..Sinto este frémito de escrever, de partilhar, de vos perguntar: e convosco? Também é assim??

E agora….só/ não, não, não era só ,_ mas faz de conta_, apetecia-me um Ferrero Rocher ou um Mon Chérie.
LOVE U.