Visualizações de páginas no último mês

Amazon MP3 Clips

sábado, 6 de abril de 2013

A sexualidade feminina vista pelos olhos masculinos.


A sexualidade feminina vista pelos olhos masculinos.

Há uns dias, comentei com um amigo meu que há imensas mulheres inteligentes, cultas, “giras”,na minha faixa etária, solitárias.

Sendo ele uma pessoa inteligente, perguntei-lhe qual era a sua opinião acerca deste facto…Porque será??...
Ele respondeu que tal se poderia dever a 3 razões:

·      “As mulheres não aproveitam bem avida não “agarrando” as oportunidades que lhes surgem de ter umas aventurasinconsequentes que por vezes se poderiam vir a tornar mais…consequentes. Parecemadolescentes à espera do príncipe encantado!”
·      “Algumas mulheres não “cultivam” o
mistério_ será o tal mistério do “eterno feminino”??_,  dando a entender logo no 1º dia o que pensam ecomo são,  sem guardar nada para “depois”.”
·      “As mulheres ainda tem muitospreconceitos sexuais.”

   Nem me preocupei em rebater as duas primeiras razões apontadas: achei que não valia apena; sabendo o meu amigo como sou, como funciono, e logicamente as minhas amigas que são aquelas que  se identificam comigo e com a minha maneira de estar, não há dúvida que relações de “one nigthstand”,  como no exemplo acima citado,  uma simples aventura em que o coração não é chamado para mais nada,  a não ser para bombear o sangue,  não é,  nem será nunca,  satisfatória.

   O terceiro argumento fez-me literalmente saltar a tampa o que para mim, não é novidade.
Rebati ferozmente a última hipótese:

1º o que é um preconceito sexual??

2º  Relembrei ao meu amigo que ainda há poucos anos na história da humanidade, o prazer do sexo era considerado anormal na mulher visto que o sexo era, para a mulher,  apenas uma via para a reprodução. As que assumiam o prazer eram consideradas “histéricas”.
3º Informei o meu caro amigo que, infelizmente na nossa faixa etária há muitas mulheres com uma líbido normalíssima e funcional não encontrando parceiro com as mesmas características: basta lembrar que a partir dos 45/50 anos há muitos homens em depressão e /ou com diabetes que nem com comprimidos rosas ou azuis, “funcionam”….(verdade?;)

4º Graças a Deus, a sexualidade vivida num contexto de amor é algo de maravilhoso e..quem apresenta a líbido diminuída,  sofre, decerto, de alguma patologia do foro físico ou psíquico.
Dizer que as mulheres têm preconceitos "na cama" e que por isso não arranjam parceiro,  é altamente redutor e, felizmente, falso.
Conheço muitas amigas de 60 anos cuja sensualidade e capacidade de amar se mantêm tão ou mais  refinada e apreciada,  do que em muitas “raparigas”  de 30 anos!
 Finalmente, resta-me acrescentar que constato que em muitas situações, a descendente da maquiavélica Eva que comeu a maçã dada pela serpente paradisíaca,  é o paradigma com que muitos senhores cultos e inteligentes,  olham a mulher actual.

   É triste: é triste que a compreensão da feminilidade esteja tão longe de ser compreendida, nos alvores do seculo XXI.

Sem comentários:

Enviar um comentário